Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

01 de Fevereiro, 2021

Obrigada Por Tudo

Inês Reis

EXT. PARQUE HOSPITALAR – NOITE

O azul dos pirilampos corta a escuridão da noite chuvosa em loops desfasados e ilumina o desfile de ambulâncias paradas à porta do hospital.

Os paramédicos de uma das carrinhas estão há longos minutos a tentar ressuscitar um homem demasiado novo para esta história.

Há vozes alteradas e muita comoção no interior da viatura. E enquanto todos observam a cena de punhos cerrados, um BOMBEIRO olha fixamente para a entrada das urgências.

                                                                           BOMBEIRO

                                                                        (num suspiro)

                                                            Vá lá…

E é quando se faz silêncio na carrinha do INEM.

O BOMBEIRO finalmente desvia o olhar e regressa à sua ambulância, derrotado.

Uma maca sai disparada da porta das urgências, empurrada por mãos exaustas, apenas para parar uns metros à frente.

Já não há nada a fazer.

                                                                                                                                                      FADE TO BLACK

 

No texto de hoje não há humor, apenas um agradecimento sentido a todos os profissionais de saúde que, apesar de assistirem a cenas como esta, diariamente, ficam sempre até ao fim do filme.

Muito obrigada a todos.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.