Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

15 de Fevereiro, 2021

O Paradoxo do Atendimento Prioritário

Inês Reis

Traffic-signs-manual-chapter-3-diagram_602_(2008).

Quem tem prioridade de atendimento tem o direito de a pedir e o dever de esperar que lha deem.

O que, basicamente, significa que muito pouca gente se sente à vontade para, de facto, “furar a fila”.

E, sim, já apanhei um ou outro aproveitador que me fez revirar os olhos e bufar agressivamente na direção oposta – estou a pensar em ti, jovem de saltos que alegou estar grávida para me passar à frente na fila do supermercado – mas, a verdade, é que a malta que, efetivamente, tem razões mais do que suficientes para ser atendida primeiro acaba sempre por preferir esperar pela sua vez.

Recordo-me bem da jovem com um gesso até à coxa que se aguentou na fila da farmácia, mesmo depois do meu “sabe que tem prioridade” ter sido seguido de uns “pois, se quiser...” muito fraquinhos de dois ou três utentes.

É certo que, em muitos casos, não conseguimos avaliar a necessidade de prioridade simplesmente pelo aspeto físico das pessoas, mas, vá lá gente, tentemos acreditar que se alguém a pede deve ser porque precisa (a ponto de arriscar tornar-se persona non grata na sua área de residência).

E, no entretanto, experimentem deixar passar à vossa frente aquela pessoa com um artigo na mão que está a olhar para o vosso carinho cheio ou para as vossas sete receitas médicas com ar de cãozinho abandonado.

Não por obrigação mas porque é a coisa simpática a fazer (e porque já todos fomos a pessoa com o frasco de champô na mão à espera de uma alma caridosa).

Imagem: By Department for Transport (United Kingdom)Department for Regional Development (Northern Ireland)Scottish ExecutiveWelsh Assembly Government - EPS supplied to uploader from Department of Transport; https://www.gov.uk/government/uploads/system/uploads/attachment_data/file/223943/traffic-signs-manual-chapter-03.pdf, OGL 3, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=46878585

4 comentários

Comentar post