Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

29 de Março, 2021

O Cientista Vai Nu

Inês Reis

Lab_coats.jpg

A relativamente recente mas já clássica polémica do “afinal parece que sim” da recomendação do uso de máscara durante a pandemia, constitui, curiosamente, uma excelente razão para confiar na ciência.

Regra geral, (porque a ovelha ranhosa cria-se bem em qualquer campo) a malta da bata branca só faz recomendações com base nos dados de que dispõe na altura; o que significa que, na presença de novas informações que levem a diferentes conclusões, o cientista pode, se preciso for, contradizer-se em prol da verdade e do bem geral.

Tanto é aquilo que hoje conhecemos que pode parecer que já não há mais nada para descobrir, mas, a verdade, é que há todo um universo de mistérios por desvendar e a probabilidade de um especialista/doutor/perito aparecer na televisão a afirmar exatamente o contrário daquilo que disse meras horas/dias/semanas antes é grande – principalmente, quando o assunto são vírus acabadinhos de sair do forno.

Mas não quero com isto dizer que devemos aceitar erros grosseiros sem apontar o dedo aos culpados. Sem querer comparar um microbiologista com um super-herói: com grandes poderes vêm grandes responsabilidades e ninguém, repito, ninguém está imune à mão justa do meme. Porque a Internet dá, mas a Internet também tira.

Em conclusão, algumas contradições não só são boas como se recomendam e, em matéria de saúde pública, a sua ausência deverá sempre fazer-nos franzir o nariz como se alguém tivesse acabado de “largar um”.

Imagem: By Pi. from Leiden, Holland - Lab 15 - Lab Coats, CC BY 2.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=4477452

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Inês Reis

    31.03.21

    Obrigada, Sandra! Oh, sim, a Arte de Torcer o Nariz dava um livro. Uma boa noite!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.