Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Não-Comercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

02 de Janeiro, 2024

O 2023 do Em Letras Pequeninas

Inês R.

Parabéns a você ao emletraspequeninas, que faz hoje três anos!

(apesar de já andar na fase dos "porquês" desde que nasceu)

Este ano, em jeito de celebração, vou fazer um apanhado dos "melhores" textos que publiquei durante 2023, segundo moi-même.

Carta Aberta ao Ano de 2023 - Oh, a Inês de há um ano atrás era tão inocentezinha. Cachopa, não ganhar o segundo prémio do Euromilhões vai ser o menor dos teus problemas.

O Período, ou a Razão #327 Porque Sou Feminista - Parece-me que o título é suficientemente auto-explicativo, mas, por via das dúvidas, se os "assuntos de gajas" vos deixam desconfortáveis, então... devem mesmo ler este texto.

Ata de Assembleia Geral nº 1 - Vim por este meio anunciar que fui visitada pela amiga Covid pela primeira vez e, por mim, pode bem ser a última, também.

O Que Nasceu Primeiro? -  Ou um texto sobre adicção e ratinhos de laboratório. 

O Dia-a-Dia Desta Trabalhadora - Uma espécie de "origin story" de como esta rapariga deixou a farmácia.

Rabo de Peixe, a Série - Porque gostei deveras da série e é claro que tinha de honrar a minha costela Açoreana com um texto.

Corrida Intermitente - Gostava muito de poder dizer que este foi o texto que marcou o início da minha rotina de corridas, mas, claramente, a coisa não "pegou". Olha, fica para resolução do novo ano.

Não Só Quando Troveja - Perguntem-me lá se já fiz a tal mochila para emergências de que falo neste texto? 

Achas que sabes Outonar? - Especial Saúde - Um quizz em formato revista cor-de-rosa, mas um bocadito mais informativo, diria eu.

Português, à Moda de Portugal - E como não sou mentirosa, já perdi a conta às vezes que disse nestes dias "então, até pró ano!" (se lerem o texto vai fazer sentido)

Sobre Cross-Selling no Supermercado, ou Talvez Não - Acho muita piada a anúncios publicitários originais, mas isso não significa que valha tudo no mundo do marketing.

O Primeiro de Dezembro - Uma data que importa lembrar porque o VIH não desapareceu e nunca é demais enaltecer o sexo seguro. Sim, com cinto de segurança, mas de preferência do outro tipo, também.

E pronto. Se foi um bocadinho auto-indulgente? Foi. Mas foi também uma bonita viagem pelo meu ano no blog e, se por nenhuma outra razão, deixou-me bem disposta e com vontade de continuar a publicar as minhas coisinhas.

Que venha de lá o 2024!

 

16 comentários

Comentar post