Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Não-Comercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

31 de Outubro, 2022

Feliz Dia de Ficar em Casa

Inês R.

Amanhã é terça-feira e feriado.

Mas, descansem, este não é mais um texto a falar das 10 Melhores Maneiras De Aproveitar Um Fim De Semana Com Ponte.

Vou antes aproveitar para abordar o elefante na sala dos ateus, que é o feriado religioso.

"Ah, a religião isto, a religião aquilo, mas depois não tens problema nenhum em usufruir dos feriados que ela te dá..."

Verdade. Amanhã hei-de ficar em casa a fazer aquilo que bem me apetecer e não tenho pudor em admití-lo. Até porque não posso fazer grande coisa para o evitar.

Imaginem-me a chegar ao pé do patrão (ou responsável pelos recursos humanos) e a dizer que quero vir trabalhar porque "as minhas crenças" não me permitem tirar o dia - era rapariga para o fazer! Mas a resposta viria rápida e certeira: "Não, porque a empresa vai estar fechada e nós teríamos que te pagar em dobro - porque não deixa de ser feriado, - portanto, enfia lá os teus princípios no bolso, e aproveita o dia de folga que te estamos a dar."

Que é como quem diz: vivo num país maioritariamente católico e esta não é uma batalha que consiga ganhar - ainda - e, honestamente, não será a que mais importa vencer, tendo em conta o atual estado do mundo. 

E depois acho que posso considerar estes dias como uma espécie de indemnização pelos anos perdidos com missas, catequeses e problemas de auto-estima.

5 comentários

Comentar post