Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

29 de Setembro, 2022

Estava Escrito

Inês Reis

Acho as coincidências, tipo, bué giras.

Mas é só isso; não lhes atribuo absolutamente nenhum significado, porque não possuem nenhum.

Quando conheces alguém interessante e atraente que mete conversa contigo num bar e, depois de uma longa conversa sobre as vossas (falsas) aspirações pessoais e profissionais, descobres que ambos têm o primeiro album dos Coldplay "em vinil!," fica a saber que não, não é o Destino, mas apenas uma coincidência gira que podem vir a contar na festa de noivado àqueles familiares distantes que ainda não tiveram o prazer de a ouvir...

E isto não faz de mim uma pessimista (há outras razões para tal), mas antes alguém com os pés bem assentes na terra e que prefere não gerir as suas relações interpessoais com base em sinais esotéricos de origem empírica e aleatória (que é como quem diz, coincidências).

10 comentários

Comentar post