Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

19 de Junho, 2023

Corrida Intermitente

Inês Reis

Ao contrário do jejum, não tem potenciais riscos para a saúde - para além da possibilidade de se fazer figuras tristes em público - e sempre é melhor que nada.

Ontem decidi começar a correr - o facto de ter visto os preços das mensalidades dos clubes de Paddle da minha zona, meras horas antes, é pura coincidência - e fui, imediatamente, recordada da existência dos meus pulmões, assim que estes começaram a tentar a sua fuga pela minha boca, de forma muito pouco graciosa.

Não é, portanto, de espantar que a minha corrida tenha sido efetuada em "módulos" de dois ou três minutos e intercalada com períodos de caminhada "intensa;" e que a mesma tenha durado menos de um quarto de hora, mal medido.

O cão de grande porte que avistei quase logo - e que parecia suficientemente dócil para não impedir o meu exercício - serviu de desculpa perfeita para todos: em casa o cão "dava-me pela cintura" e na minha cabeça tinha sido uma sorte, porque fazia todo o sentido não exagerar logo na primeira tentativa.

Seja como for, não me lesionei - talvez por causa do pouco, mas recorrente, exercício que já andava a fazer - e agora é só dar seguimento, porque diz quem sabe que "o que custa mais é começar".

24 comentários

Comentar post