Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

13 de Setembro, 2021

As Outras Letras Pequeninas

Inês Reis

960px-Legal_Contract_&_Signature_-_Warm_Tones.jpg

Nem todas as letras pequeninas são bem-intencionadas; algumas nascem já com o único propósito de aldrabar os seus insuspeitos leitores.

Foi por isso que, desde o passado dia 25 de agosto, aqueles sete parágrafos do contrato de telecomunicações, em letra tamanho 6 e sem espaçamento entre linhas, que leste na diagonal e que te andam a lixar a vida há meio ano, passaram a ser proibidos.

Tudo quanto é contrato de bancos ou fornecedores de telecomunicações, água, eletricidade, etc., deixa de poder utilizar as chamadas letras pequenas – leia-se com tamanho de letra inferior a 11 ou com menos de 2,5 milímetros.

A intenção é evitar que a malta contrate coelho por um bom serviço. E quem nunca assinou na linha pontilhada depois de pensar “olha, que se lixe, não deve querer dizer nada de especial” que atire a primeira esferográfica.

Se é suficiente para garantir que vais ler todas as páginas do próximo pacote de televisão-internet-e-chamadas que vais contratar? Não. Mas, pelo menos, vai tornar a vida de todos os aldrabões profissionais um bocadinho mais difícil.

Artigo pplware, AQUI

Imagem: By https://howtostartablogonline.net/legal/, CC BY 2.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=55666535

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.