Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Não-Comercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

Em Letras Pequeninas

Podem tirar a rapariga da farmácia, mas não podem tirar a farmácia da rapariga. Salvo seja…

21 de Fevereiro, 2022

A Guerra dos Territórios

Inês R.

Saiu um episódio novo daquela série Ucraniana.

Eu tinha deixado de ver, mas parece que houve um twist no argumento e a série foi renovada para mais uma temporada.

O vilão é daqueles que todos adoramos odiar; um ser desprezível que se imagina do lado certo da história e tem, por isso, toda a confiança de que se vai sair vitorioso.

Os personagens principais são velhas vedetas de Hollywood que, depois do seu close-up, seguem para a segurança da sua roulotte, de onde só saem para comer caviar e posar para os paparazzi.

Já os extras, cujos nomes nem aparecem nos créditos, vivem numa perpétua angústia à espera do inesperado e são os únicos que realmente perdem propriedades neste jogo de monopólio político. No último episódio, serão reduzidos a um número arredondado antes do fade to black.

Se ao menos pudéssemos pressionar o estúdio a mudar de guionistas, talvez conseguíssemos evitar que a história se repetisse.

6 comentários

Comentar post